• Missão
  • .
    .
    A Galeria Zé dos Bois (ZDB) é uma Associação cultural sem fins lucrativos, criada por iniciativa civil em 1994. Um centro cultural de 2500 m2 localizado no centro do Bairro Alto, no antigo Palácio Baronesa de Almeida.
    .
    Enquanto estrutura de criação, produção e promoção para a arte contemporânea, a ZDB instiga a pesquisa e investigação nas artes visuais e performativas e também na imagem e na música.
    .
    Anualmente, a ZDB apresenta exposições que produz, e acolhe/co-produz mais de 150 outros projectos artísticos, incluído residências, acções educativas, apresentações de teatro, dança e música, numa programação eclética.
    .
    Entre muitos outros, a ZDB tem colaborado com artistas como: João Maria Gusmão & Pedro Paiva,  Thurston Moore, Keiji Haino, Kenneth Anger, Patrícia Portela, Animal Collective,  Tânia Carvalho, Alexandre Estrela, Kim Gordon, Dirty Projectors,  Jean Baudrillard, Sofia Dias & Vítor Roriz, Bonnie “Prince” Billy, André Cepeda , Gabriel Abrantes, Peter Brötzmann, John Romão, Norberto Lobo, Rigo 23, Mala Voadora, Emory Douglas, Lightning Bolt, Orlan, João Tabarra, Rafael Toral, Grouper, Maria Gil, Stelarc, Michael Gira, Sei Miguel, Gonçalo Pena,  Lee Ranaldo, Ann Liv Young, John Maus, Primeiros Sintomas, Black Dice, Sonny Simmons, Societé Realiste, Arthur Doyle,  Marcelí Antunez, Sunn O))) e Faust.
    .
    Movida pelo desejo de intensificar com os criadores práticas de criação e produção, a ZDB promove residências internacionais e nacionais e estabelece relações profissionais a longo prazo com o objectivo de produzir projectos únicos.

    .

    .

    Created in 1994 as a nonprofit organization by a civic initiative, Galeria Zé dos Bois (ZDB) is an art center based in a 26,909-square-foot, eighteenth-century palace in the heart of Bairro Alto, Lisbon.

    A creation, production and promotion structure for contemporary art, ZDB instigates the research and investigation of artists involved with visual and performing arts, as well as film and music. The center produces and presents exhibitions, and hosts more than 150 arts events per year, including residencies, educational programs, theater, dance performances, lectures, and music concerts.

    ZDB has been working with João Maria Gusmão & Pedro Paiva, Keiji Haino, Kenneth Anger, Patrícia Portela, Animal Collective,  Tânia Carvalho, Alexandre Estrela, Thurston Moore, Dirty Projectors,  Jean Baudrillard, Sofia Dias & Vítor Roriz, Bonnie “Prince” Billy, André Cepeda , Gabriel Abrantes, John Romão, Norberto Lobo, Peter Brötzmann, Rigo 23, Mala Voadora, Emory Douglas, Lightning Bolt, Orlan, João Tabarra, Rafael Toral, Grouper, Maria Gil, Stelarc, Michael Gira, Sei Miguel, Gonçalo Pena,  Lee Ranaldo, Ann Liv Young, John Maus, Primeiros Sintomas, Black Dice, Sonny Simmons, Societé Realiste, Arthur Doyle,  Marcelí Antunez, Sunn O))) and Faust, among many others.

    Driven by the desire to intensify and exchange knowledge with artists through creative and productive practices, ZDB promotes international and local residencies, and establishes long-term working relationships with those aiming to produce unique projects.

    .

    .
    Sintetizando, os objectivos da ZDB visam promover:

    A criação, a experimentação, a inovação e o desenvolvimento das artes visuais, performativas, sonoras e os seus cruzamentos;
    A divulgação e o conhecimento de obras de criadores contemporâneos e de novas linguagens emergentes;
    A formação acompanhada, baseada em residências de criação;
    A colaboração, nomeadamente através de co-produções e residências internacionais, entre criadores portugueses e estrangeiros;
    A sensibilização de novos públicos;
    A documentação, o registo e a catalogação de obras contemporâneas.

    .

    Fomentando com especial atenção a experimentação e a exploração de linguagens emergentes, neste centro cultural independente, localizado no antigo palácio Baronesa de Almeida, convergem actualmente diferentes actividades:

    Artes Visuais – A Galeria Zé dos Bois produz peças e exposições conformando sentido aos contextos expositivos. Desenvolve residências nacionais e internacionais dando relevo aos conteúdos e processos criativos, aliciando a investigação, a criação, a produção e a difusão no âmbito das Artes Visuais.

    Música – A ZDBmüzique divulga regularmente alguns dos expoentes contemporâneos nacionais e internacionais. Promove a circulação de conteúdos, potenciando o acolhimento de muitos dos projectos que apresenta noutras instituições e também desenvolve projectos de criação específicos.

    Artes Performativas – O NEGÓCIO (Rua de O Século nº 9), voltado essencialmente para a criação, pesquisa e laboratório, acompanha e contextualiza o trabalho de diversos criadores, acolhe residências, co-produz e apresenta uma programação regular no âmbito das Artes Performativas.

    Estruturas Associadas | Residentes Permanentes – Priviligiando a sinergia de recursos e relações estreitas com criadores, a ZDB acolhe no seu edifício as estruturas de criação: Materiais Diversos (Tiago Guedes); Mala Voadora (Jorge Andrade) e Prado (Patrícia Portela); bem como o projecto de formação no âmbito de imagem em movimento Deus Ex-Machina; e vários ateliers de artistas em residência: Filipe Felizardo, Tiago Baptista, Sei Miguel, Ivo, Alexandre Rendeiro e Carlos Gaspar.

    Serviço Educativo – Com o objectivo de estimular a reflexão sobre a produção artística, a formação de públicos e o trabalho cívico com a comunidade envolvente, a sua acção tem por base uma programação específica dirigida ao público juvenil, ateliers e visitas guiadas às exposições; bem como programação de debates, lançamentos de títulos, visionamento de obras e outras actividades direccionadas à sociedade civil. A entrada é livre, mediante marcação.

    Livraria Letra Livre na ZDB – Acolhe obras de referência das diversas correntes literárias portuguesas e, ainda, os livros proibidos, esquecidos, escondidos, os autores malditos  e os clássicos incontornáveis do pensamento e cultura contemporâneos.

    Nº49 – Bar da Associação Zé dos Bois, constitui um ponto de encontro entre criadores e público. Promove semanalmente actividades transdisciplinares.

    Terraço ZDB – Com vista priviligiada sobre o bairro, esta esplanada de apoio às actividades da ZDB oferece bolo, chá, wirless e, periódicamente, uma programação exclusiva de Ciclos de Cinema no Terraço.

    Sócios ZDB – Entre outros beneficios anunciados pontualmente, a quota anual de sócio faculta o acesso livre às exposições, ao Terraço e ao Nº 49 e também dá descontos em todas as restantes actividades da ZDB.

     

    Sobre o Palácio Baronesa de Almeida

    Edifício da segunda metade do séc. XVIII (ampliado no séc. XIX) onde viveu D. Constança Emília Jaques de Vasconcelos e Meneses (7-9-1820/ 28-7-1896), Baronesa de Almeida. Entre 1839 e 1840 habitou no 1º andar desta casa, o escritor Almeida Garrett.
    Em 1902 Júlio de Castilho descreve: “A casa da Sr.ª Baronesa de Almeida era uma das pouquíssimas em Lisboa, que todas as noites recebiam; um centro, onde se reunião (sic), como a descansar em terreno neutro, os homens de letras e os homens politicos. Diante da proverbial bondade das amáveis donas da casa não havia partidos, não havia escolas antagonistas, não havia ódios; todos ali eram irmãos, todos encontravam, entre os fingimentos da Capital, uma boa amostra de franqueza leal do Portugal antigo, e abençoavam aquêle oásis delicioso, onde, como em poucas partes, a boa conversação e a boa música se entremeiavam muita vez com a melhor poesia.”

    in “Genealogia e Heráldica” n.º 7/8, “A Carta de Brasão de Armas e a família de Tomás de Aquino e Almeida”.

    .

    Contacto prazeres@zedosbois.org ou reservas@zedosbois.org| Tel. 21 343 02 05

    As actividades da ZDB, salvo as do Serviço Educativo, são indicadas para maiores de 16 anos.
    A entrada para qualquer actividade da Associação corresponde a uma quota diária de Sócio.