• CONCERTOS
  • 15 de Novembro 2013

    ZZZ’s | Sunflare

    ZZZ’s
    Em poucos meses, as ZZZ’s tornaram-se num dos segredos mais promissores do sempre irrequieto underground japonês. Após um merecido reconhecimento internacional, em muito cimentado pelas actuações em eventos como o SXSW e o CMJ 2012, a paixão demonstrada por Thurston Moore despertou uma maior atenção por este power-trio feminino. Na verdade, a justificação deste mérito não reserva qualquer tipo de interpretação teórica ou discussão de complexidade estética, antes pelo contrário: concentra-se precisamente no carácter de urgência tão fundamental ao rock que se assuma como tal. De uma fina linhagem no-wave, as ZZZ’s devolvem o fogo benigno um dia atiçado ao Ocidente por conterrâneas como Afrirampo ou até mesmo Melt Banana.

    .
    Melodias vertiginosas, gritos de guerra e convulsões rítmicas afinam o motor desalinhado da banda. Orgulhosamente atonais, os temas dos EPs inaugurais Prescription e Magnetica guiam-nos a um submundo sónico iluminado por relâmpagos, lasers e néones. O que mais existe por lá é coisa para se confirmar frente a frente, como os grandes desafios. NA
    .
    + info: Site | Bandcamp | Vídeo | VídeoVídeo
    .

    .
    Sunflare
    Passaram já quase três anos desde Young Love, o cometa que colocou os Sunflare bem no centro do que interessava. Desde então conquistaram muitas almas nacionais e não só, chegando aos bons ouvidos de Julian Cope e apresentando-se ao lado de Damo Suzuki e Thurston Moore.
    Observando de perto aquelas que são as melhores combustões rock nos dias que correm (e, felizmente, são algumas), os Sunflare são merecedores de uma posição de topo. Seja pelos cenários cósmico-dantescos que criam ou pela veemência vulcânica que brota das suas actuações, o trio desconhece limites à linguagem mais selvagem desse combo sagrado de guitarra, bateria e baixo. O último disco Ghetto Blast levou-os a outros voos, ainda mais intensos, planantes e inclassificáveis. Uma sensação de constante descolagem é conservada do início ao fim de cada jornada supersónica dos Sunflare.

    Neste concerto de regresso à ZDB, a banda traz consigo novos temas, certamente atestados do que já lhes reconhecemos. Para crentes ou meros curiosos, o vendaval irá passar e não deixará ninguém indiferente. NA
    .