• CONCERTOS
  • Quarta, 24 de Abril às 22h

    Yousuke Yukimatso | Novo Major

    Yousuke Yukimatsu

    Metrópole meio esquecida com quase 3 milhões de habitantes, Osaka encerra pelas ruas e becos todo um espírito punk, incendiário e inconformista, que deu origem a meliantes como os Boredoms, Incapacitants ou Afrirampo, e é nesse mesmo trilho de música pouco alinhada com cânones que caminha Yousuke Yukimatsu. DJ em trajectória de deflagração que tem causado espanto por onde actua, com uma visão bem iconoclasta e arriscada das normas da dança. Como se estas não existissem. Verdade, reconhecida por gente como Bill Kouligas, Tsuzing ou DJ NOBU, um dos responsáveis pelo momento de viragem na carreira de Yukimatsu em 2014. Desde então, seguiu-se a Beatrice Dillon e Conor Thomas na série MBE com postal do Japão mixado em cassete do noise à synth-pop, da música tradicional ao techno, fez para a Resident Advisor uma mix com as obscuridades da EM Records, partiu tudo no Atonal, tem organizado as noites Zone Unknown onde já actuaram Kamixlo ou Shapednoise e teve o Arca a cantar num dj set seu. CV bem peculiar que traduz, na medida do possível, todo um mundo de referências que pode trazer para a pista. Sem medos. Com passagens muito raras pela Europa, aparece na ZDB numa de três datas neste continente. Privilégio. BS

     

    +info: soundcloud | RA | mixcloud | NTS | vídeo

     

    Novo Major

    Nome indissociável para a revelação da música do passado e do presente que projecta um futuro e ganha a eternidade, Zé Moura vem desde o final dos anos 80 a assumir um papel indelével de divulgação consciente e apaixonada que passa pela rádio, imprensa, programação e claro, o djing. Com passagem por bastiões como a Voxx, a Oxigénio, o Blitz ou festival Número – só para deixar uma amostra bem reduzida -, este século tem-lo como co-fundador da Flur, da Príncipe e mais recentemente da Holuzam, projectos que enriquecem muito o tecido cultural deste país e ao qual devemos estar mesmo gratos. Senhor de um conhecimento vasto e de um sentido crítico raro, mapeia a história e o agora com vistas largas e acerto preciso: a dança, a contemplação e o risco em comunhão na pista, house, industrial, divagações cósmicas e todo um campo de linguagens a fazerem aqui todo o sentido. Respeito.

     

    +info: mixcloud

    Entrada: 8€ | Entrada livre para sócios | Bilhetes disponíveis na Flur DiscosTabacaria Martins e ZDB (segunda a sábado 22h-02h) | reservas@zedosbois.org