• CONCERTOS
  • 29 de Janeiro 2016

    Rafael Toral – Space Collective 3 | Bleiddwn

     

    TORAL

    © Pedro Alfacinha, 2006

     

    Rafael Toral – Space Collective 3

    Numa altura em que têm vindo a rarear as suas aparições públicas em solo nacional – e depois de uma relativamente longa digressão pelos Estados Unidos – o incontornável Rafael Toral regressa ao espaço da ZDB com uma das suas formações mais celebradas e variáveis, cujo trabalho foi ampla e minuciosamente apresentado aquando de uma residência neste mesmo espaço. Idealizado no seio do seu Space Program – cuja estrutura inicial de gravações parece ter findado por agora – o Space Collective assenta nos princípios orientadores do programa, fundamentados numa linha de acção que parte dos ensinamentos do jazz para os explorar num contexto electrónico, e daí erigir uma dimensão profundamente performativa.

    Contando com a presença de dois cúmplices habituais, com Afonso Simões na bateria e Ricardo Webbens também na electrónica, Toral dá assim novos passos afirmativos em direcção a uma música ainda por definir devidamente, ancorada na liberdade, espírito e fraseado do jazz e revista à luz de uma electrónica eminentemente física, colocando toda a ênfase no músico e no seu acto criativo e não nos processos tecnológicos que o precedem. Um universo em si mesmo, pleno de técnica, labor e paixão que se tem vindo a reinventar continuamente, num percurso essencial capitaneado por um dos músicos que mais tem feito por levar a música em direcção ao desconhecido. BS

    .

    Formação: Rafael Toral instrumentos electrónicos  |  Afonso Simões bateria | Ricardo Webbens instrumentos electrónicos

    .

    + Info: Site | Entrevista (Ípsilon) | Audio | Vídeo | Vídeo

    .

    Bleiddwn
    Projecto aparecido em 2015 desta muito jovem produtora cujo ainda breve trajecto aponta já na direcção de algo prodigioso. Electrónica capaz de aglutinar diversas linhas de pensamento/feelingtechno, footwork, trap ou IDM – com a crueza vital da juventude mais intrépida. A tender para o lado mais negro da pista de dança, mas sempre iluminada por uma clareza de intenções tão pura quanto desafiante. BS

    .

    Entrada: 6€ | Entrada livre a sócios ZDB | Bilhetes disponíveis na Flur e Tabacaria Martins | reservas@zedosbois.org