• CONCERTOS
  • Sexta, 26 de Outubro de 2018 às 22h

    Olden Yolk | Bejaflor

    Olden Yolk

    No seu álbum de estreia homónimo os nova-iorquinos Olden Yolk, liderados pelos vocalistas/poetas/multi-instrumentalistas Shane Butler (Quilt) e Caity Shaffer, trazem-nos um pouco de psicadelismo à la Boston com um toque de folk-urbano-distópico e um quê de poesia abstrata, tudo acompanhado por uma batida motorik que nos embala para uma nova-iorque dos setentas. Os gritos, as sirenes das ambulâncias, os grafítis e o ritmo citadino foram, de facto, os elementos que serviram de inspiração para o álbum. Talvez isso explique como este som “folkiano”, que esperaríamos pastoril, seja antes tão urbano. Uma sonoridade que nos embala num transe melódico e nos afasta das vastas pradarias e céus esbatidos a que o folk tradicionalmente nos habituou, até darmos por nós a deambular por ruas betonadas, cruzando objetos mundanos mas estranhamente reconfortantes, que nos fazem sentir em casa e nos levam a prezar a coletividade urbana. Talvez seja esse o motivo que torna a sonoridade de Olden Yolk simultaneamente familiar e adequada ao momento atual. Folk replantado e bem adaptado aos ouvidos modernos.

    Esta ode à vida urbana, resulta num folk-rock moderno onde os vocais femininos e masculinos se elevam e entrelaçam elegantemente, enquanto as guitarras elétricas distorcem as passagens mais oníricas, lembrando-nos, e bem, de meter o rock neste folk. O psicadélico marca a sua presença porém, não nos faz dispersar, com várias melodias que nos prendem, num crescendo, até ao apogeu de cada tema. Um concerto que nos vai prender a outros tempos no presente e a apaziguar o caos de Lisboa neste sonho de uma noite de Outono. AS

    +info: Bandcamp | Facebook | Crítica | Crítica | Vídeo | Vídeo

     

    Bejaflor

    Bejaflor, sim, beja. O álbum do projeto homónimo de José Mendes, que o escreveu, gravou, produziu e mixou, numa altura em que o jovem produtor buscava algo a que pudesse chamar de realmente seu. Pop com estética dos oitentas, andamento eletrónico e influências de produção hip-hop, que vai aquecer o aquário dia 26 de Outubro como primeira parte dos Olden Yolk. AS

     

    +info: Facebook | Bandcamp | Vídeo

     

    Entrada: 8€ |Bilhetes disponíveis na Flur Discos, Tabacaria Martins e ZDB (segunda a sábado 22h-02h) | reservas@zedosbois.org