• Fora de Portas
  • Grouper – ‘Sleep’ no Teatro Maria Matos

    Teatro Maria Matos

    Colaboração com Teatro Maria Matos

    Liz Harris (Grouper) vive fascinada pelos intrincados processos da nossa memória, pelo modo como esta se comporta nos diferentes momentos da nossa vida ou do nosso dia-a-dia, e pela maneira como reage ao sentimento de perda ou à sensação de felicidade. Sleep é uma peça transdisciplinar que nos tenta colocar em contacto com a gestão da memória e que nos confronta com os instantes que precedem o desligar da consciência, imediatamente antes do estado de vigília ceder a um estado de adormecimento. Esse limbo encantatório é conseguido embalando-nos em ressonâncias de som e de luz e simulando uma experiência imersiva que nos remete para universos oníricos, ilustrada pela reflexão de luz sobre superfícies de água, por movimentos ondulatórios ou pela dança da luz sobre espelhos. Para o alcançar, Liz Harris manipula, em três locais distintos do espaço performativo, magistrais loops de voz, de piano e de field recordings, enquanto três ecrãs projectam vídeos também da sua autoria. Toda a experiência e proximidade são ampliadas pela colocação do público no centro da concepção cénica, de forma a envolvê-lo pelo som e pelas imagens.

    Incluída no programa de residência artística de Liz Harris na Galeria Zé dos Bois, Sleep tem nesta noite a sua estreia europeia — depois de uma primeira apresentação no Berkeley Art Museum, Califórnia, 2010 — numa versão composta em exclusivo para o palco do Teatro Maria Matos.

    Liz Harris: som, vídeo

    + info: Site | EntrevistaVídeoVídeo

    .Entrada: €12 / €6 para menores de 30 anos

    .

    * Liz Harris realizará, no decorrer dos meses de Abril e Maio, uma residência artística na ZDB. O projecto baseia-se num processo simultâneo de investigação, criação, produção e acompanhamento curatorial, partindo de um desafio feito à criadora Grouper pelo programador da música da ZDB Sérgio Hydalgo

    Por via de uma residência artística acompanhada, pretende-se acrescentar um diferencial no método de criação de Grouper, criando condições de produção e curadoria especificas que a conduzam a erigir composições estritamente para piano e voz, com uso a materiais sonoros captados, tendo em vista a edição de um objecto final em suporte de vinil.

    .

    Piano gentilmente cedido pela Academia de Música de Lagos