• CONCERTOS
  • 11 de Novembro 2017

    Festa de S. Marteenho

    smarteenho

     

    Diz o provérbio que em dia de São Martinho comem-se castanhas e bebe-se vinho. É por isso mesmo que, nesta ocasião, a Maternidade, a Hatsize e a Xita Records celebram o lançamento do segundo EP dos Veenho, na Galeria Zé dos Bois. Com as nuvens escondidas e o sol a brilhar, os quatro rapazes do Restelo trazem um conjunto de pérolas indie rock com letras prontas a serem inscritas em t-shirts ou em pensamentos soltos partilhados nas redes sociais. E como manda a tradição, a família reúne-se no verão de São Martinho para escutar as distorções e as melodias que prometem colar-se aos ouvidos. Para acompanhar, há castanhas, água-pé e jeropiga.

    Mas antes de se provar o novo “Veeenho”, o cantautor João Raposo revela as suas músicas puras dedicadas a Lisboa. Segue-se Primeira Dama, de Manuel Lourenço, para apresentar o single “Maratona Split”, com Zé Maldito. Juntos assinam Primeira Dama Maldita. Entre cada actuação, Kerox, outro dos pontas de lança da Xita Records, é o DJ de serviço. Pedro Zina aparece logo depois do jantar para tratar a pop por tu através de guitarras cativantes. Das Caldas da Rainha, sobe ao palco com os amigos para estrear o seu projecto paralelo aos Cave Story. No Aquário acontece ainda o primeiro concerto de sempre de Gonçalo Formiga (Cave Story), Helena Fagundes (Clementine) e Manuel Simões (Norton). Os Shaolin Soccer colocam o volume no 11, mas também sabem ser delicados.

    A festa continua até às 3 da manhã e torna-se uma pista de dança com as Manas do Mal (Raquel Serra e Rodrigo Vaiapraia) b2b Caguincha Soundsystem (Ricardo Mendes dos Cave Story).

    Comemora-se mais uma amostra da nova música independente feita em Portugal e a ZDB volta a apadrinhar esse momento. Gratos.

    Texto de Manuel Simões.
    Entradas: 8€ |Bilhetes disponíveis na Flur DiscosTabacaria Martins e ZDB (segunda a sábado 22h-02h) | reservas@zedosbois.org