• CONCERTOS
  • 10 de Setembro 2015

    Branko apresenta ‘ATLAS’

    branko2

    Branko-Atlas-1500-715x715

    Real embaixador da electrónica nacional pelo mundo fora, o produtor João Barbosa tem feito do seu alter-ego Branko uma autêntica plataforma multi-sonora em movimento. Nele converge uma generosa e imensa herança da música africana por onde gravitam ritmos de zouk, kwaito ou kuduro. Pistas inequívocas da identidade de um dos também fundadores dos Buraka Som Sistema e homem forte da editora Enchufada. Ainda que se possam reconhecer e apontar as origens do seu trabalho, a verdade é que o resultado quase sempre surge em direcção a algo novo. A constante fusão e transformação de discursos parece infindável neste corpo criativo onde a dança acaba por justificar tudo.

    Paralelamente, a quantidade de bangers assinados por si traduzem não só o acolhimento entusiástico junto do público, mas igualmente de várias publicações pelo mundo fora. Em perspectiva, a mixtape de 2013 Drums, Slums and Hums foi um momento de viragem no seu percurso e ainda hoje a sua escuta soa tão bombástica como da primeira vez. Zebra Katz, Roses Gabor ou Njeda Redfoxx foram alguns dos prodígios convidados para esta celebração ímpar cujo tema Time Out alcançou o estatuto legítimo de hit com alta rotação radiofónica. Um feito que no entanto não barrou ou tão pouco amoleceu a veia de inovador num terreno essencialmente mutante como é o seu. Ainda que a batida seja a fonte das suas produções, a estética de canção tem vindo a ganhar uma importância inegável num apelo instantâneo que o distingue do registo mais tribal de outros contemporâneos como Marfox.

    Atlas é o novíssimo disco de Branko que dará o mote para esta noite. Nunca antes apresentado num palco, esta será a ocasião perfeita para ver e ouvir como esta panóplia de som e cor evolui e se constrói perante uma audiência. De Angola a Londres, Rio de Janeiro a Nova Iorque, é afinal em Lisboa que este puzzle geográfico de referências se une e é celebrado. NA

    + info: Facebook | Bandcamp

    .

    Entrada: 7€ | Bilhetes disponíveis na Flur, Tabacaria Martins e ZDB (quarta a sábado das 18h às 23h)