• CONCERTOS
  • Sábado, 11 de Maio às 22h

    5 Gate Temple w/ COLDWAR (Nkisi & John T. Gast) | DJ Maboku

     

    É com um enorme entusiasmo que acolhemos COLDWAR, projecto de união criativa entre duas forças fora deste mundo. Repensar o universo do clubbing, subverter os papéis e fazer da pista de dança um altar profano de exorcismo político, cultural e social; as intenções ressaltam da obra de uma geração actual de músicos e produtores. John T. Gaast e Nkisi integram essa espécie de comunidade ongoing, entregando uma sonoridade transgressora e susceptível de várias interpretações e transformações.

    De John T. Gast rezam várias lendas e mitos urbanos em redor do homem que tem marcado presença em algumas das editoras mais essenciais dos últimos anos: da Blackest Ever Black, passando pela Planet Mu ou até mesmo na Trilogy Tapes, entre outras. Colaborador ocasional de Dean Blunt e Inga Copeland, Gast é uma figura de visão ampla e entendimento muito peculiar sobre a cultura pop — e o que dela melhor extrair. Esta entidade alienígena, em forma de duo, completa-se com a belga Melika Ngombe Kolongo. Muito se tem discursado sobre a sua obra que recentemente foi alvo de residência artística no Café Oto, em Londres. A produtora e DJ leva as suas raízes congolesas a uma estudo sub-sónico, arquitectando um espaço de convivência entre o techno fantasmagórico de uns Autechre, a maquinaria negra de uns Throbbing Gristle e até uma incursão irreal pela estética gabber, tão em voga na aurora dos 90s, gerando o amor/ódio de tantos. Como facilmente se imagina, qualquer referência vale o que vale; meros pontos de localização mínima, pois a viagem que gera é mais introspectiva e abstracta do que as palavras podem descrever. Além disso, Nkisi é uma das fundadoras do colectivo NON, um dos mais belos projectos artísticos de activismo nos dias que correm.

    O caleidoscópio que ambos criam é intenso e assume-se como portal maior para um transe assegurado. Os COLDWAR questionam o que muitos considerariam inquestionável e esgravatam a terra até encontrar fogo. Um fogo sentido e testemunhado a cada vez que pisam o palco e nos  atiram aos astros, sem retorno garantido. NA

    +info: nkisi soundcloud | john t. gast soundcloud | vídeo

     

     

     

    DJ Maboku partilhou até recentemente com DJ Lilocox a dupla C.D.M. (Casa da Mãe Produções), seminal equipa de produção a Norte de Lisboa formada em 2011 e que desenvolveu espontaneamente, imersos na cultura juvenil dos bairros sociais onde viviam e se moviam, uma música electrónica de dança inovadora e vibrante, acabando por seduzir e angariar em pouco tempo uma imensa legião de entusiastas nos subúrbios da capital, diáspora PALOP e todo o ouvinte atento e ávido por frescura estética no som que nos põe a dançar. Nascido em Angola mas desde criança a viver no Bairro do Pendão, em Queluz, Maboku é um DJ exímio cujo estilo de mistura ao vivo elegante e sensualista tem seduzido com propriedade todas as pistas de dança por onde tem espalhado o seu perfume. Fez parte dos Piquenos DJs do Gueto (com Lilocox, Liofox, Dadifox, Firmeza), modelados pelo exemplo dos pioneiros DJs do Gueto (Marfox, Nervoso, Pausas, Jesse, Fofuxo, Nk), com quem editou o split EP em vinil de estreia ‘B.N.M. / P.D.D.G.’ na Príncipe no final de 2013. Seguiu-se em Fevereiro de 2015 o EP ‘Malucos de Raiz’ pela C.D.M. também na Príncipe, desde logo um marco importante no percurso da editora e da cultura musical que tem nutrido esta nova geração de produtores.

     

    +info: soundcloud | bandcamp | vídeo | vídeo

     

    Entrada: 8€ pré venda | Bilhetes disponíveis na Flur DiscosTabacaria Martins e ZDB (segunda a sábado 22h-02h) | reservas@zedosbois.org